O que você precisa saber sobre como morar em Portugal aposentado

A aposentadoria é o sonho de muita gente. Depois de anos de trabalho, poder descansar, curtir a vida de um jeito mais leve, encontrar tempo para praticar algum hobby, fazer aquela viagem dos sonhos… E se todos esses projetos puderem ser realizados em Portugal? Continue com a gente para você saber tudo sobre como morar em Portugal aposentado.

A lei portuguesa facilita a emigração de pessoas aposentadas no país (ou que possuam algum tipo de rendimento próprio mensal) e ainda oferece vários incentivos fiscais. Para isso, é preciso solicitar o visto D7, estando ainda no Brasil. A gente já adianta: a opção é bastante atrativa!

Como morar em Portugal como aposentado

Não é à toa que Portugal é um dos países queridinhos dos aposentados. O país oferece uma qualidade de vida invejável, segurança e um serviço de saúde mais eficaz que no Brasil, ou seja, dá para considerar não pagar plano de saúde (entretanto, mesmo públicos, alguns serviços médicos são cobrados). Os medicamentos também são mais baratos e muitos até saem a custo zero.

Outra vantagem é o programa Residente Não-Habitual (NHR), que dá ao aposentado isenção de impostos durante 10 anos. Para ser considerado residente fiscal, é preciso residir no mínimo seis meses por ano em Portugal sem exercer atividade remunerada; alugar ou comprar um imóvel em Portugal; e não ter sido residente fiscal nos últimos cinco anos.

Quer saber como obter o visto D7? Não é difícil para quem preenche os requisitos, porém é preciso planejamento . Para começar, a renda adquirida em real precisa dar, em euros, pelo menos um salário mínimo português (600€) por mês, comprovada pelo período mínimo de 12 meses. Quanto maior o rendimento, mais chances de conseguir o visto.

O visto D7 é concedido a aposentados, mas a residência pode ser estendida a cônjuges, filhos menores de 18 anos e pais com mais de 65 anos através do reagrupamento familiar.

Quanto custa morar como aposentado em Portugal

Bem, esse é o valor mínimo para conseguir o visto, mas, dependendo de onde morar aposentado em Portugal, esse valor irá passar bem longe do ideal. Por isso, é importante conhecer o custo de vida de cada região para saber quanto custa morar como aposentado em Portugal. Quem quer curtir a aposentadoria em cidades grandes, como Porto e Lisboa, vai precisar de, no mínimo, 1500€ por mês. Já quem quer a calmaria de uma cidade longe dos grandes centros pode viver muito bem com os 600€ mensais.

É importante lembrar que a cotação do euro muda todos os dias e, como a renda recebida será convertida mensalmente do real para o euro, o valor poderá ter alterações de um mês para o outro.

E se você precisa de um incentivo para decidir como morar em Portugal aposentado, olha isso: a região do Algarve, no sul do país, foi escolhida nos últimos quatro anos como o melhor lugar do mundo para aposentados. Entre os motivos citados por quem vive lá estão qualidade de vida, eficiente sistema de saúde, impostos baixos, natureza, segurança e o delicioso clima praiano.

Deixe uma resposta

Fechar Menu