Visto: Residência Portugal, quais os processos para obter autorização de residência no país

Não adianta só ter a vontade e arrumar as malas quando se quer mudar de país. Fora da América Latina, a maior parte dos países exige visto residência. Portugal não fica fora dessa lista, e para que sua migração ocorra de maneira tranquila, dentro da lei e não dê dor de cabeça, o ideal é começar a planejar como você irá fazer para morar no país dos nossos colonizadores.

De antemão, sabe-se que para poder morar em um país oficialmente, é necessário ter uma atividade no mesmo, seja de trabalho ou estudo. Em outros casos, ser empreendedor, aposentado ou ter renda comprovada no Brasil pode abrir alguns caminhos. Entenda como funciona o visto residência em Portugal, de forma simples.

Como solicitar o visto: residência em Portugal

O visto residência para Portugal, é concedido caso você preencha alguns requisitos. Dentre eles está o fator trabalho. Sem dúvida a autorização de residência – AR – para trabalho, é a mais solicitada pelos brasileiros que querem morar no país.

A AR para cidadãos estrangeiros em Portugal está prevista em dois artigos da lei portuguesa: o art. 88 e o art. 89. Enquanto o primeiro dá direito a um visto de trabalho por conta de outrem, ou seja, você terá de ter contrato com uma empresa, o segundo dá direito a residir no país prestando serviços por recibos autônomos (recibos verdes em Portugal).

O visto de residência em Portugal necessita de aprovação prévia no Brasil, e é fornecido pelo Consulado ou Embaixada de Portugal da sua região. O trâmite é bastante parecido, mas depende de algumas condicionalidades. Para saber mais sobre esse e outros vistos, você pode acessar o portal do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras e consultar diretamente o que diz a lei portuguesa.

Outra forma de solicitar o visto de residência em Portugal, é através da aposentadoria ou comprovativo de renda própria. Se você possui renda fixa no Brasil e consegue comprovar esses recebimentos ao governo português, há uma grande chance de você receber uma AR, que estará pautada por essa lei. O visto se chama D7 e da mesma forma que o visto para trabalho, deve ser solicitado, mediante documentação, enquanto você ainda está no Brasil.

Visto residência: Portugal para os estudantes

Ainda há outra maneira simples para conseguir-se o visto residência. Portugal é um dos países da europa que mais oferece vagas em universidades. A qualidade do ensino no país é aclamada por muitos outros países europeus e não só! Então, essa pode ser sua possibilidade de imigrar e conhecer novas culturas.

O visto para estudante deve ser solicitado na Embaixada ou Consulado Português da sua cidade ou região. Bem como os outros tipos de visto, ele demora a ser avaliado e esse tempo de espera pode acabar por atrasar você em seus estudos.

Dicas:

  • Informe-se com a universidade, tanto a sua, quanto a de Portugal para saber os prazos de matrícula e início das aulas;
  • Busque por alojamento o quando antes;
  • Encaminhe os documentos para solicitação de visto, com pelo menos dois meses de antecedência;
  • Não compre a passagem aérea antes de receber confirmação do Consulado ou Embaixada Portuguesa.

Lembre-se que cada país assume suas próprias leis, sendo assim, seu visto pode ser negado se houver informações inconsistentes no processo.

Comece a preparar as malas,  mas antes providencie o visto residência. Portugal é um país multicultural que apoia o crescimento e o desenvolvimento humano. Sem dúvida uma das grandes potências mundiais no que diz respeito ao bem-estar. No entanto, tudo isso só pode ser desfrutado se você mantiver o compromisso consigo mesmo de encaminhar os pedidos de visto de forma planejada e com prazos e metas reais.

Deixe uma resposta

Fechar Menu