A capital da Sicília, Palermo, é formada por uma diversidade enorme de culturas. Um verdadeiro caldeirão de misturas de povos e histórias desde sua fundação. O fenícios foram os fundadores oficiais, mas hoje a arquitetura da cidade carrega as marcas de um passado cheio de história que foram se misturando com o passar do tempo e que hoje resulta em uma das cidades mais emblemáticas e culturais do país. 

Palermo, Itália, é um dos destinos mais procurados por reunir ingredientes essenciais a uma boa viagem: bom tempo, boa comida e belas paisagens.  Foram tantos os domínios, tantos povos a fazer sua marca em Palermo, que hoje pode-se dizer que é possível ver e provar um pouquinho de tudo isso. Acompanhe nossas dicas e saiba por que Palermo é a queridinha do sul italiano. 

Melhores pontos de interesse em Palermo, Itália 

Por Palermo, Itália, já passaram tantos povos, que até fica difícil nomear todos: entre eles estão gregos, romanos, árabes, bizantinos, além dos suábios que chegaram um pouco mais tarde. Trata-se treze povos diferentes, que conquistaram as terras de Palermo em 28 séculos. Então não é de se esperar menos que uma cidade cheia de vida e diversidade. 

Os pontos de interesse da cidade estão bastante concentrados, mas é importante saber onde fica cada um deles. Por isso atenção às dicas imperdíveis:

Palazzo dei Normanni e Capella Palatina 

Tínhamos que começar pelo suntuoso Palazzo dei Normanni. A sede da Assembleia Regional Siciliana está localizada na Praça da Independência. O local é aberto ao público, e se recomenda fazer uma visita à  Capela Palatina. Os mosaicos feitos em ouro são a atração que mais chama a atenção dos visitante. A basílica de São Pedro e São Paulo foi construída para a realeza e guarda tesouros de valores inestimáveis até hoje.

Piazza Pretoria 

Nesta praça fica a Fontana Pretoria, um dos pontos de interesse mais procurados por turistas que passam por Palermo.  Ela foi toda construída em mármore branco, e decorada com belíssimas esculturas de ninfas, deuses das águas e tritões. Lá também se pode ver o Palácio Pretório e a Igreja de Santa Catarina, prédios monumentais que valem a pena uma passada. 

Teatro Massimo 

Seria inadmissível fazermos uma lista sem citarmos o Teatro Massimo. O maior teatro de Palermo é de deixar qualquer visitante de boca aberta. Programe assistir algum espetáculo por lá, não irá se arrepender. É um dos locais mais belos da cidade. 

Visite o Mercato Ballarò e mergulhe no universo de Palermo, Itália

Embora a oferta de belas paisagens, misturada com fontes, praças e prédios magníficos seja grande, não esqueça onde fica Palermo. Itália é conhecida por um país que oferece excelente gastronomia, e em Palermo não seria diferente. 

Um viajante deve, obrigatoriamente, conhecer os típicos mercados públicos e Palermo. O Mercato Ballarò, é o mais tradicional e fica no bairro da Albergaria, o primeiro da cidade. Apesar da área degradada e pouco cuidado (devido a destruição que ocorreu na Segunda Guerra Mundial) ainda é um dos pontos mais curiosos de Palermo e vale a pena a visita, para sentir o clima por lá.

Ainda por lá, que tal uma feira com italianos aos berros, muita cor, e produtos naturais? Não é preciso querer comprar nada, a simples experiência falará por si. O Corso Turoky fica na Piazza Casa Professa. Com destaque aos petiscos vendidos por lá, e são muitos. Os aromas e sabores. Prove um cazzilli ou um sicilianíssima frittola. Simplesmente esplêndido. 

Palermo, Itália, reúne muito do que se pode esperar de um destino de viagem. Vibrações fantásticas, história, diversidade cultural e bom prato. Aproveite os meses de setembro e outubro, em que as temperaturas não estão tão elevadas para conhecer essa maravilha do sul da Itália.

Deixe uma resposta

Fechar Menu